Tratamento de Fibrose Pós-lipo

A fibrose nada mais é que uma cicatrização exagerada, um depósito exacerbado de tecido cicatricial (colágeno), entre a pele e a musculatura, no qual acaba deixando a pele com ondulações enrijecidas que provocam dor, limitação dos movimentos, além da aparência inestética.

As cirurgias são procedimentos invasivos, que causam trauma nos tecidos (pele, músculos, nervos, vasos), esse processo provoca uma reação de defesa do organismo com o objetivo de restaurar o tecido que foi lesionado.

No entanto é possível prevenir a formação da fibrose, e isso se dá logo nos primeiros dias pós-cirurgia, com o tratamento fisioterapêutico pós-operatório especializado, pois é nesse momento que o corpo está em intensa atividade para promover a cicatrização, o fisioterapeuta atua modulando essa reação inflamatória intensa, através do conhecimento e inúmeros recursos que ele dispõe.

Quando a fibrose já se formou é possível tratá-la, independente do tempo que ela tenha, claro que prevenir é o melhor remédio, porém quando isso não é possível é cabível de tratamento sim.

Por isso a importância de investir em um pós-operatório com profissional especializado, pois, fazer somente drenagem linfática não impedirá a formação de fibrose, nem mesmo irá tratá-la.

A drenagem linfática trata e diminui inchaço, porém, uma cirurgia vai além do inchaço, houve cortes na pele (principalmente na lipoaspiração), o organismo reage de forma intensa, promovendo uma inflamação local, é necessário outros recursos terapêuticos além da drenagem linfática.