Drenagem Linfática Manual

A Drenagem Linfática Manual é uma técnica de massagem terapêutica de movimentos leves e lentos, que tem como principal objetivo direcionar e melhorar o fluxo de líquidos corporais desintoxicando e diminuindo inchaços.

 

Para um resultado excelente no pós-operatório, existem preocupações que vão além do ato cirúrgico, incluindo cuidados com as complicações pós-cirúrgicas. Dentre elas, está o edema (inchaço), que se apresenta de forma imediata, trazendo restrições e desconforto ao paciente.

A drenagem linfática manual é uma das modadalidades terapêuticas que se aplica em associação a outras técnicas após o ato cirúrgico, ela corresponde a um tipo de massagem terapêutica de movimentos leves e lentos, que tem como principal objetivo direcionar e melhorar o fluxo de líquidos corporais (linfa), retirando o acúmulo de líquidos (inchaço), regiões do corpo que foram operadas, melhorando a oxigenação, circulação local e cicatrização.

 

Para que serve a drenagem linfática após uma cirurgia?

Após o trauma cirúrgico, há um aumento dos líquidos circulando tanto dentro como fora dos vasos sanguíneos, sobrecarregando o sistema linfático que já faz naturalmente o escoamento desses líquidos. No entanto, durante a cirurgia muitos desses dutos linfáticos acabam sendo comprometidos, comprometendo a circulação local.

A Drenagem Linfática ajuda na liberação destes líquidos excedentes e também resíduos e toxinas do corpo, diminuindo o inchaço, prevenindo a formação de seromas.

 

Como é feita a drenagem linfática nestes casos?

É uma técnica de massagem suave, muito agradável, com ritmo lento sobre a região operada, que estimulam todo o sistema linfático, facilitando o escoamento destes líquidos excedentes, deixando o paciente muito relaxando ao final da sessão.

 

Quando é recomendada a drenagem linfática pós-operatória?

Em todas as cirurgias, todas as lipoaspirações (abdômen, pernas, papada,), abdominoplastias, torsoplastia, mastopexia, ginecomastias, blefaroplastia (cirurgia da pálpebra), lifting facial, rinoplastia, cesariana, cirurgias vasculares, cirurgias ortopédicas.

 

Quando posso iniciar as sessões de drenagem linfática após uma cirurgia?

Assim que o seu cirurgião te autorizar, que normalmente costuma ser entre o 3º e 5º dias pós cirurgia.

 

Quantas sessões de drenagem linfática devem ser feitas?

Em média de 8 a 10 sessões, depende de como está indo a cicatrização e evolução do paciente, nas avaliações do pós-operatório pode ser que precise de mais sessões.

 

A quem devo procurar para fazer drenagem linfática pós-operatória?

 O fisioterapeuta com especialização em pós cirurgia, pois ele dispõe de vários recursos que vão além da drenagem linfática.

O fisioterapeuta irá te auxiliar em todas as etapas do pós-operatório, atendendo às necessidades de forma individualizada e personalizada, pois cada paciente é único.

 

Quais os benefícios da drenagem linfática?

Os benefícios da drenagem linfática vão além do pós-operatório, pois essa técnica promove inúmeros benefícios como:

. Eliminação de líquidos acumulados;

. Estimula o sistema imunológico;

. Auxilia na desintoxicação do organismo,

. Auxilia na diminuição da dor e desconforto do pós-operatório;

. Diminui hematomas, edema, previne formação de seromas após cirurgias plásticas.

Devido aos benefícios da drenagem linfática no pós-operatório de diferentes procedimentos cirúrgicos é essencial que a técnica seja realizada caso haja indicação médica.

  

Drenagem linfática tem contraindicação?

Sim, existem alguns casos em que o procedimento é contraindicado, como por exemplo.

. Câncer ou tumores malignos;

. Tuberculose;

. Infecções e processos inflamatórios agudos,

. Insuficiência renal, hepáticas ou cardíacas sem tratamento;

. Trombose venosa profunda;

. Insuficiência cardíaca congestiva,

. Hipertireoidismo.

Devido essas restrições é importante iniciar as sessões de drenagem linfática com a liberação do seu médico ou quando recomendado por ele.

 

Quanto tempo demora uma sessão de drenagem?

No geral cada sessão dura em torno de 80 minutos, drenagem corporal, e 40 minutos para face. Mas pode variar dependendo do tipo de cirurgia.